Mariana Isabele Rodrigues Della Libera, Advogado

Mariana Isabele Rodrigues Della Libera

Blumenau (SC)
2seguidores3seguindo
Entrar em contato

Comentários

(9)
Mariana Isabele Rodrigues Della Libera, Advogado
Mariana Isabele Rodrigues Della Libera
Comentário · ano passado
Mariana Isabele Rodrigues Della Libera, Advogado
Mariana Isabele Rodrigues Della Libera
Comentário · ano passado

Recomendações

(75)
Eduardo Sefer, Advogado
Eduardo Sefer
Comentário · ano passado
O casamento é uma instituição que nasce com a civilização; de fato, a possibilita. Põe termo à hipergamia, estabelece a família, e elimina um gargalo genético que então inviabilizava a sociedade organizada.

A prática da poligamia é milenar e contratual. Um meio termo entre a hipergamia e a monogamia; uma forma ordeira e menos danosa de se estabelecer uma tribo estendida.

Qual é a questão aqui? A tribo deixou de ser o alicerce da sociedade. Agora, é o indivíduo. O indivíduo, perene e imediato. Quantos divórcios não ocorrem? Quantos relacionamentos irresponsáveis, breves, livres de obrigação e mútuo respeito? Até o adultério, ato abominável que fere a mais elementar instituição social, não vale de nada.

Mas a sociedade muda! É verdade. Nem sempre para melhor. Eliminamos a hipergamia e criamos a civilização. Agora voltaremos a ela, pois é "natural"?

A civilização humana é um grito de guerra ao que é natural. É a conquista do engenho e inventividade humana sobre a Criação. Conferimos ordem sobre o caos; consciência sobre a irracionalidade; razão sobre a vontade.

Note, falei apenas dos relacionamentos monogâmicos. Que se diria dos poligâmicos?

Prefere-se denominar isso de poliamor, ao invés de poligamia. Justo. Poligamia é um contrato entre partes capazes e conscientes de suas responsabilidades e obrigações. Tal como a monogamia se dissolve numa sociedade individualista e passiva à hipergamia, a poligamia sofre da mesma sorte, com o agravante de incluir um número maior de pessoas e interrelações.

Foi opção legislativa não reconhecer a poligamia. Sem maiores ressalvas, se um dia vier a ser reconhecida, é por tal via - e não mera expedição cartorária - que deverá sê-lo.

Perfis que segue

(3)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(17)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Mariana Isabele Rodrigues Della Libera

Entrar em contato